Etapas

O processo de premiação compreende 4 etapas:

1ª Etapa - Inscrição via hotsite

A empresa deve acessar a área de inscrição no site e preencher o formulário com os dados cadastrais e informações de contato da pessoa que será a responsável pela participação da empresa no Prêmio.

2ª Etapa - Preenchimento do Roteiro de Boas Práticas

Neste documento a empresa deverá descrever em detalhes a sua pratica de inclusão de pessoas com deficiência em seu quadro de colaboradores, seguindo as orientações do Roteiro de Práticas.

Este é o único documento que deverá ser preenchido, por isso é importante apresentar todas as informações necessárias de forma objetiva, clara e com qualidade.

Os critérios de avaliação levarão em consideração:

  • Relevância das informações para o processo de inclusão das pessoas com deficiência
  • Qualidade das informações prestadas
  • Tempo de implantação e viabilidade
  • Impacto e alcance da prática
  • Potencial de replicação

3ª Etapa - Seleção das empresas finalistas

Serão selecionadas as empresas finalistas tendo como base a descrição do case no documento Roteiro de Práticas.

As empresas selecionadas poderão ou não, a livre critério da Equipe Organizadora, receber uma ligação com vistas a confirmar a veracidade das informações fornecidas na descrição de suas práticas, ou solicitar mais informações.

4ª Etapa - Comissão Julgadora

Com base na avaliação técnica, será elaborado um relatório a ser submetido a uma Comissão Julgadora, formada por personalidades com renomada atuação na área da inclusão das pessoas com deficiência. As classificações individuais serão analisadas, a fim de se chegar às três empresas que receberão a premiação. Estas serão divulgadas no Portal da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo e constarão da publicação digital, distribuída na cerimônia de premiação, que reúne o material dos casos finalistas e principais resultados.

Por fim, os prêmios serão anunciados e entregues em evento público, com cobertura da mídia.

IMPORTANTE:

- Todas as informações fornecidas devem refletir as atividades exercidas pela empresa e poderão ser verificadas e analisadas pela Equipe Organizadora do Prêmio.

- Informações falsas que forem detectadas e confirmadas pela Organização do Prêmio acarretarão na redução da pontuação ou na desclassificação da empresa.

- Os procedimentos, programas e projetos de inclusão de pessoas com deficiência praticados pela empresa devem se referir ao que a organização já executa, e não ao que esteja em fase de planejamento.

- Os procedimentos, programas e projetos ligados à inclusão de pessoas com deficiência devem ser praticados exclusivamente pelo CNPJ cadastrado no Prêmio e não por outra empresa ligada ao grupo empresarial do qual esta pertença.