Regulamento

Este REGULAMENTO descreve as regras e condições gerais para a participação da empresa em todo o processo que envolve o V Prêmio Melhores Empresas para Trabalhadores com Deficiência.

Leia com atenção as informações e orientações aqui descritas e, ao término, clique no botão ACEITE para iniciar a inscrição da empresa.

Entre no hotsite http://pmetcd.sedpcd.sp.gov.br para obter informações detalhadas sobre como participar do V do Prêmio Melhores Empresas para Trabalhadores com Deficiência.

Pré-requisitos da empresa para participar do V Prêmio

  • Ser empresa pública ou privada
  • De todos os segmentos econômicos a partir de 1 (um) profissional com deficiência para a Categoria “Empreendedor com Deficiência”, com 2 (dois) até 99 (noventa e nove) colaboradores para a Categoria “Micro, Pequenas e Médias Empresas”, e com 100 (cem) ou mais colaboradores para a Categoria “Grandes Empresas”.
  • Que possuam o Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) em qualquer estado da União.
  • O respondente do questionário deverá ser um profissional autorizado pela empresa a representá-la

Objetivo do Prêmio

Mapear boas práticas de inclusão de profissionais com deficiência no mercado de trabalho formal, a fim de aprimorar a qualidade da inclusão dessas pessoas, identificando as estratégias que as empresas têm utilizado para incluir de maneira ética e responsável, profissionais com deficiência em seu quadro de funcionários.

O que pode comprometer a participação da empresa

  • Coagir o respondente no preenchimento do questionário, oferecendo benefícios em caso de classificação, ou prevendo punições em caso de não classificação da empresa.
  • Propor que o respondente preencha o Questionário Grau de Inclusão, junto com um superior direto ou indireto.
  • Solicitar leitura prévia do Questionário Grau de Inclusão e/ou definir as respostas que o respondente deve fornecer.
    Situações que estejam fora das regras de participação serão verificadas e, caso confirmadas, a empresa poder ser desclassificada.

Sobre as etapas do Prêmio:

Categoria GRANDES EMPRESAS:

Com a finalidade de conhecer o programa de inclusão com qualidade, das pessoas com deficiência nas empresas, o processo do Prêmio nessa Categoria é composto por dois produtos:

  1. Questionário “Grau de Inclusão”
  2. Roteiro de Práticas

O questionário “Grau de Inclusão” é direcionado para os profissionais com deficiência contratados pela empresa, e deve ser respondido por todos. É dividido em duas partes, a primeira composta por seis perguntas que visam identificar a pessoa com deficiência que está respondendo: nome, empresa, escolaridade, tempo de empresa, qual cargo ingressou e qual cargo ocupa atualmente.

A segunda parte é composta por 25 (vinte e cinco) questões, divididas em cinco dimensões de avaliação: acessibilidade, relacionamento, desenvolvimento, inclusão e satisfação.

Cada dimensão é composta por 5 (cinco) questões que versam sobre a acessibilidade e recursos assistivos no local de trabalho, o relacionamento com colegas e gestores, o estímulo ao desenvolvimento profissional, a valorização da contribuição do colaborador com deficiência (na qual também se identifica se existem atos de discriminação), e o nível de satisfação dos profissionais com deficiência.

O Roteiro de Práticas está divido em 5 (cinco) dimensões: Acessibilidade, Cultura Organizacional, Recrutamento & Seleção, Gestão e Protagonismo.

Para cada uma delas a empresa pode incluir uma Descrição da Prática. Poderão ser incluídas até 5 (cinco) práticas.

Etapas de Avaliação:

1 - Avaliação e Análise do Questionário "Grau de Inclusão" e do Roteiro de Práticas

As questões do Questionário "Grau de Inclusão" são respondidas por escala de discordância e concordância, que varia entre 0(zero) e 10(dez), onde 0 é “discordo totalmente”, e 10 “concordo totalmente”.

No início do questionário constam as instruções para que o respondente conheça os procedimentos para responder e avaliar o que for perguntado.


Escala Grau de Concordância:

0 Discordo totalmente = 0%
10 Concordo totalmente = 100%

As notas do Questionário "Grau de Inclusão" são distribuídas por dimensão, e para todas as dimensões, sendo que cada dimensão pode receber até 25 (vinte e cinco) pontos, totalizando no máximo 125 (cento e vinte e cinco) pontos. A nota total do Questionário “Grau de Inclusão” vale 70% da nota total recebida pela empresa.

A descrição do Roteiro de Práticas é analisada por uma equipe de pesquisadores que avalia a descrição das práticas sob os seguintes aspectos:

  1. Objetivo de Prática;
  2. Tempo de implantação;
  3. Impacto e alcance da prática;
  4. Potencial de replicação.

Cada uma das cinco dimensões pode valer até 8 (oito) pontos, totalizando no máximo 40 (quarenta) pontos, que serão acrescidos à nota do Questionário "Grau de Inclusão".

A nota final recebida pelo Roteiro de Práticas vale 30% do total da nota atribuída à empresa

.

Formação da Nota Final Máxima: 125*70% + 40*30% = 99.50


2 -Produção de Relatórios


Com a finalização das notas totais são identificadas as 15 (quinze) empresas finalistas, que receberão a visita técnica de pesquisadores, acompanhados por um videomaker para solicitar as evidências das informações prestadas. Os pesquisadores produzem um relatório de cada uma das 15 (quinze) empresas finalistas, constatando as informações prestadas no Roteiro de Práticas e as indicações recebidas pelo Questionário "Grau de inclusão".

As visitas técnicas as empresas finalistas deverão ocorrer no mês de maio de 2018


3 - Avaliação da Comissão de Jurados


Os Relatórios são encaminhados para a Comissão de Jurados previamente convidados pela Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência SEDPcD, e de notório saber sobre o tema Inclusão de Pessoas com Deficiência no Mercado Formal de Trabalho. Cada um dos jurados retorna uma avaliação dos Relatórios , com uma nota, e assim são escolhidas as empresas ganhadoras e classificadas em 1º, 2º e 3º lugares.


Categoria MICRO, PEQUENAS e MÈDIAS EMPRESAS


As Micro, Pequenas e Médias Empresas (MPME), (que possuem até 99 funcionários) não têm cotas de obrigatoriedade de contratação de pessoas com deficiência, mas respondem por grande parte dos empregos gerados no País, e consequentemente no Estado de São Paulo. Segundo o SEBRAE Nacional, no Brasil existem 6,4 milhões de estabelecimentos. Desse total, 99% são micro, pequenas e médias empresas (MPME) que respondem por 52% dos empregos com carteira assinada no setor privado.


Pré-requisitos da empresa para participar do Prêmio

  • Ser empresa pública ou privada, de micro, pequeno e médio porte, que conte com pelo menos um colaborador com deficiência;
  • De todos os segmentos econômicos e com até 99 funcionários e com sede em quaisquer dos estados brasileiros;
  • Ter o Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ);
  • Ter um Profissional designado para representar a empresa e responder pelo projeto apresentado.

O processo nesta Categoria é composto por um questionário "Roteiro de Práticas Micro, Pequenas e Médias Empresas", formado por 34 (trinta e quatro) questões que englobam os seguintes temas:

  1. Motivação;
  2. Acessibilidade;
  3. Recrutamento e Seleção;
  4. Gestão do processo e das pessoas;
  5. Cultura da empresa;
  6. Protagonismo.

Etapas de Avaliação:


A metodologia de avaliação se baseia nas seguintes diretrizes:

  • Promoção da política dos direitos da pessoa com deficiência;
  • Igualdade de oportunidades;
  • Grau de sustentabilidade dos projetos;
  • Disponibilidade de recursos, materiais e psicológicos, que viabilizem ao trabalhador com deficiência condição plena para desempenho de suas funções, visando sua inclusão social, autonomia e independência no ambiente de trabalho;
  • Potencial de reaplicação e multiplicação das iniciativas.

A avaliação do questionário é feita pelos pesquisadores do SEBRAE/SP.

A pontuação para cada tema é até 30 pontos totalizando 180 pontos no máximo.


Categoria EMPREENDEDOR COM DEFICIÊNCIA



Pré-requisitos da empresa para participar do V Prêmio


  • Ser um empreendedor e possuir uma deficiência;
  • De todos os segmentos econômicos e portes de empresa;
  • Ter o Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ);
  • O Questionário deverá ser respondido pelo próprio empreendedor com deficiência.

Importante:

  • O empreendedor com deficiência deve fazer parte do Contrato Social, como dono ou sócio, de uma empresa já constituída e encaminhar o Contrato Social da empresa.

O processo é composto por um Questionário com 10 (dez) perguntas de múltipla escolha – Gestão, e pelo “Roteiro de Práticas” – Superação, formado por descrições que englobam os seguintes temas:

  1. Criação do negócio: Conte como tudo começou;
  2. Desenvolvimento (condução) do negócio: conte como as coisas acontecem no dia-a-dia;
  3. Resultados: realizações e contribuições.

Etapas de Avaliação:


A metodologia de avaliação se baseia nas seguintes diretrizes:

  • Relevância das informações para o caso de empreendedorismo;
  • Qualidade das Informações prestadas;
  • Principais desafios superados;
  • Desafios relativos à sua deficiência;
  • Tempo de implantação e viabilidade;
  • Impacto e alcance da empresa;
  • Potencial de replicação;
  • Principais resultados alcançados.

A análise e a classificação se darão pela pontuação nas duas dimensões: Gestão e Superação.

Pontuação Gestão: 14,25
Pontuação Superação: 75,00
Pontuação Total: 89,25


IMPORTANTE PARA AS TRÊS CATEGORIAS:


- Todas as informações fornecidas devem refletir as atividades exercidas pela empresa e poderão ser verificadas e analisadas pela equipe organizadora do Prêmio.
- Informações falsas que vierem a ser detectadas e confirmadas pela equipe de pesquisadores acarretarão na redução da pontuação ou na desclassificação da empresa.
- Os procedimentos, programas e projetos de inclusão de pessoas com deficiência praticados pela empresa devem se referir ao que a organização já executa, e não ao que esteja em fase de planejamento.
- Os procedimentos, programas e projetos ligados à inclusão de pessoas com deficiência devem ser praticados exclusivamente pelo CNPJ cadastrado no Prêmio e não por outra empresa ligada ao grupo empresarial do qual esta pertença.
- Ao participar do Prêmio, a empresa autoriza a divulgação de suas práticas em publicação específica e/ou no site do Prêmio e de parceiros, assim como na mídia em geral.


PRAZOS


Para concorrerem à premiação, as empresas deverão se inscrever até 15 de abril de 2018, no hotsite:http://pmetcd.sedpcd.sp.gov.br

A Cerimônia de Premiação será na 2ª Quinzena do mês de Agosto de 2018.


SOBRE AUTORIZAÇÃO DE USO DE TEXTOS E IMAGENS DAS PRÁTICAS EM DIVULGAÇÕES:


A empresa participante do V Prêmio Melhores Empresas para Trabalhadores com Deficiência autoriza previamente, independentemente do resultado final da premiação, sua divulgação em quaisquer meios de comunicação de mídia eletrônica, digital ou impressa, tais como rádio, televisão, revista, jornal, material de marketing, internet, dentre outros; bem como em conferências, seminários, workshops, dentre outros, promovidos pela Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo consentindo, sem quaisquer restrições, com a difusão do nome, dos dados, da imagem e da voz dos representantes da instituição e dos integrantes das equipes de trabalho. No entanto, a divulgação de informações da empresa por parte dos demais parceiros institucionais, só poderá ser realizada com expressa autorização da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Paulo.


DIREITOS DE CÓPIA


As informações aqui contidas não poderão ser compartilhadas, ou expostas, de nenhuma forma para pessoas que não estejam diretamente ligadas ao processo decisório deste prêmio e seus congêneres sem prévia autorização, por escrito, dos responsáveis. Assine este Termo de Uso, por meio do botão de "Aceite" na sua inscrição pela participação da empresa no V Prêmio Melhores Empresas para Trabalhadores com Deficiência, de acordo com as informações preenchidas no formulário de inscrição.